Por que usar a cinta cirúrgica logo após um procedimento operatório

Conforme a procura por cirurgias aumenta a cada dia é importante pensar em maneiras de garantir a melhor recuperação e qualidade de vida para o paciente.

Todo mundo sabe que, com as inovações tecnológicas é possível viver melhor e ter cuidados com nosso corpo aliando estética e saúde.

Se acaso está pensando se deve fazer alguma cirurgia no abdômen imagino que esteja buscando o máximo de informações possíveis na internet, não é mesmo?

Aliás, essa atitude é a melhor coisa a fazer uma vez que a conduta de quem passa pelo procedimento no dia a dia é o que irá definir se o procedimento dará resultado ou não.

Com toda a certeza você já deve ter lido que usar cinta cirúrgica é algo importante nesse momento. Entretanto, será que essa informação é verdadeira? Afinal, em quais procedimentos operatórios o uso de cinta vai te trazer mais benefícios?

Calma, quero te dizer, primeiramente, que está no lugar certo! Pesquisei bastante a fim de saber mais sobre o assunto e agora vou te contar qual o motivo dos especialistas gostarem tanto das cintas cirúrgicas e, até mesmo, modeladoras.

Leia o texto até o final e fique sabendo de tudo o quanto antes.

Cinta cirúrgica para que serve?

A cinta cirúrgica pós abdominoplastia ou qualquer procedimento na região abdominal serve para ajudar o paciente na sua recuperação.

Muita gente pensa que os resultados serão imediatos ao pensar em fazer alguma intervenção.

Mas, verdade seja dita, o procedimento cirúrgico é apenas o primeiro passo. Você, ao seguir as orientações do seu médico e manter repouso nos primeiros dias após a cirurgia é que irá aumentar as chances de ter sucesso e saúde.

Como já dito anteriormente os tecidos de compressão ajudam a medicina a estabilizar tecidos. A cinta cirúrgica é sua aliada para ter uma recuperação tranquila e eficaz.

Seja como for, seu uso traz vários pontos positivos sendo esse hábito recomendado por médicos e vários especialistas em saúde.

Veja abaixo quais são os usos e recomendações da cinta quando associada a uma rotina de pós operatório.

Reduzir o inchaço na região abdominal

O inchaço é uma resposta natural após qualquer intervenção cirúrgica.

No entanto esse edema pode ser menor com o uso da cinta de cirurgia. O acessório foi planejado para manter a pele o mais próximo do normal o que significa menos inchaço e desconforto nos dias seguintes a cirurgia.

Aliviar dores nas costas

Dores na coluna podem surgir por motivos diversos. Dentre eles os mais comuns podem estar associados ao excesso de peso e má postura ao realizar tarefas de rotina.

Desse modo mesmo fazendo um procedimento operatório o uso da cinta cirúrgica é importante para reeducar o paciente sobre a melhor forma de ter uma postura adequada que não irá sobrecarregar as articulações bem como a região lombar.

Realocar os órgãos

Visto que mudanças na região da barriga e cintura podem modificar a posição original do corpo humano o uso da cinta é um aliado para realocar os órgãos.

O uso de roupas de compressão faz um movimento contínuo na região o que acelera o processo.

Define curvas

Homens e mulheres gostam de ter um corpo definido. Além de ser uma questão estética o contorno da região abdominal pode melhorar a auto estima o que é importante para promover a sensação de bem estar.

Com o uso contínuo da cinta cirúrgica seu corpo ganhará novamente o formato ideal para seu peso e, de quebra, ainda pode ser possível perder medidas.

Já pensou voltar a usar aquela roupa esquecida no armário que há algum tempo não cabia mais em você? Isso é possível e muito comum em pacientes que usam cinta regularmente!

Evita a fibrose

Durante o processo de cicatrização é normal o tecido conjuntivo se desenvolver no local da incisão. A fibrose é o nome dado à essa cicatrização interna.

Talvez você saiba, talvez não, que o uso de cinta cirúrgica minimiza o aparecimento da fibrose. Por esse motivo o uso da cinta é tão recomendado quanto sessões de drenagem linfática para evitar deformações na área da cicatriz.

Procedimentos operatórios onde a cinta cirúrgica pode ajudar na recuperação

A princípio cada médico irá fazer a escolha de como a cinta poderá ser usada para promover a melhora do quadro geral do seu paciente.

Ao mesmo tempo, as cirurgias possuem indicações semelhantes. Desse modo, a maioria dos que se submetem ao procedimento recebem orientações parecidas baseadas nos avanços da medicina nos dias de hoje.

Assim, podemos dizer que os procedimentos a seguir incluem o uso de cinta cirúrgica como parte das orientações no pós operatório.

Abdominoplastia

Esse procedimento é feito para retirar o excesso de pele da região abdominal. Em resumo pessoas que perderam peso recentemente costumam fazer abdominoplastia para que o contorno do corpo fique novamente como era antes da pessoa ganhar peso.

Em segundo lugar pessoas com diástase abdominal podem se submeter a abdominoplastia. Só para ilustrar a diástase ocorre quando os músculos retos abdominais se afastam devido ao excesso de peso

Consequentemente pessoas com diástase podem ter flacidez e dor na região lombar. A compressão da região abdominal é feita com uso de cinta modeladora principalmente nos primeiros dias após a cirurgia.

Tipos de abdominoplastia

Só para ilustrar, existem três tipos de abdominoplastia que podem ser sugeridas pelo médico.

Em uma mini abdominoplastia ocorre a remoção de 3 cm de pele, em média. Por isso a cirurgia é um procedimento menor e com orientações diferentes dos outros tipos de abdominoplastia.

Já na abdominoplastia clássica é feita uma cicatriz longa e o umbigo também sofre intervenções. É o tipo de procedimento cirúrgico que deixa o paciente com o efeito de barriga chapada após a recuperação.

Por outro lado, se você possui uma grande dobra de pele o mais recomendado é fazer uma abdominoplastia em âncora.

Para recuperar a forma desejada são feitos dois cortes; um verticalmente no centro da barriga e outro no ventre.

Cesariana

Sem dúvida a maternidade é um momento especial na vida de toda mulher.  Quando, por alguma razão, o parto normal não pode ser realizado a cesariana requer um cuidado maior durante a recuperação da gestante.

O uso de cinta ajuda os tecidos na cicatrização e a aparência da barriga fica mais harmoniosa em menos tempo.

Lipoaspiração

Logo depois do procedimento o uso de cinta é orientado por cirurgiões plásticos. Mesmo em pacientes com pouca gordura na barriga o uso da cinta traz benefícios e é um hábito que pode ser facilmente adicionado na rotina mesmo após a recuperação completa do procedimento.

Como escolher cinta pós cirúrgica

Agora que sabe a verdadeira razão para usar cinta modeladora talvez ainda tenha dúvidas sobre qual a forma certa de escolher uma cinta para chamar de sua.

Primeiramente, vale a pena lembrar que a cinta não pode ser apertada. Mesmo quem pensa em emagrecer e perder medidas tem que entender que a cinta só irá ajudar se estiver no tamanho certo.

Em outras palavras uma cinta serve para você quando não está apertada demais nem larga.

A melhor maneira de escolher uma cinta é anotando suas medidas. Nos sites e lojas especializadas existem tabelas com o tamanho ideal para cada manequim, peso e altura.

Cinta pós cirúrgica onde comprar?

Se, anteriormente, comprar uma cinta era algo complicado agora isso mudou totalmente.

Nas principais cidades do Brasil podemos encontrar lojas especializadas no assunto e com variedade de modelos e tamanhos pensados especialmente na sua realidade.

Ainda assim quem tem o dia corrido nem sempre possui tempo para até a loja escolher. Para essas pessoas minha dica é comprar online.

Isso mesmo, na internet você encontra os mesmos produtos que estariam em shoppings e no comércio com a comodidade de fazer seu pedido de onde estiver.

As principais marcas possuem sites confiáveis com opções flexíveis de pagamento, tabela de medidas e dicas para aproveitar ao máximo tudo o que a cinta pode fazer por você.

Posso usar cinta depois da recuperação da cirurgia?

Com a finalidade de continuar com o corpo em forma é comum querer usar a cinta por mais tempo que o indicado.

Sim, a cinta é um hábito que surgiu há gerações por mulheres que desejavam ter a cintura fina e diminuir o volume da barriga de uma maneira discreta e eficiente.

Depois da recuperação você pode escolher um modelo de cinta modeladora em cetinete de alta compressão. Ela pode ser usada facilmente por baixo da roupa durante o trabalho e até mesmo em algumas atividades físicas na academia para ajudar a manter sua postura durante o treino.

Outra vantagem é poder usar roupas justas como vestidos sem a preocupação do tecido mostrar demais ou marcar algum pneuzinho que você preferiria esconder.

Esse truque é muito usado por celebridades, influenciadoras e famosas quando precisam estar em algum evento. A cinta ajuda a aproveitar cada confraternização logo que sua única preocupação será apenas em se divertir e criar bons momentos com pessoas especiais.

Ter qualidade de vida após um procedimento operatório é algo importante e construído dia após dia. Mantenha hábitos saudáveis e cuida da sua melhor versão.

Veja também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.